O que são acumuladores de calor e como funcionam?

Dicas para economizar aquecimento

Muitas pessoas têm aquecimento elétrico em casa e percebem no final do mês como a conta de luz aumenta. O consumo de eletricidade relacionado a esse tipo de atividade aumenta rapidamente nas estações frias. A eletricidade como método de aquecimento é muito confortável e eficiente, mas é considerada uma das mais caras do mercado. No entanto, para evitar esses problemas, existem acumuladores de calor.

O que é isso sobre acumuladores de calor? Se você quer saber como economizar tanto quanto possível no aquecimento, aqui explicamos tudo relacionado a acumuladores. Você apenas tem que continuar lendo 🙂

O que são acumuladores de calor?

Liberação gradual de calor

São aparelhos responsáveis ​​por transformar energia elétrica em energia térmica a um custo baixíssimo. Ou seja, através da eletricidade podemos aquecer nossos quartos, mas a um custo menor do que com o aquecimento convencional. Eles são projetados para consumir energia elétrica durante os períodos de tarifa reduzida. Todas as tarifas vêm com uma programação em que a eletricidade é mais barata. Esses aparelhos são responsáveis ​​por transformar a energia elétrica no horário mais barato do dia e acumulá-la na forma de calor. Este calor estará disponível quando precisarmos.

Esses aparelhos trazem enormes vantagens de uso, já que podemos usar seu calor sempre que quisermos e vamos reduzir custos. Além disso, os acumuladores de calor têm outras vantagens, como:

  • Não há perdas de calor durante o uso. Isso acontece porque eles estão preparados apenas para carregar a energia ideal necessária. Como a energia não é armazenada em excesso, não há perdas.
  • Economiza mais energia e proporciona o máximo de conforto. Ter energia quando é necessário é muito confortável. Possui sistema de agendamento de carga com tarifa reduzida de horas para garantir economia entre 50 e 60%.
  • Não são necessários ajustes pós-instalação.
  • Possui opção de integração em sistema de gerenciamento remoto.
  • O design é compacto, pelo que não é difícil integrá-lo na decoração da casa. Além disso, seu manuseio e manutenção são fáceis.

Sistemas de aquecimento elétrico

Programação de acumulação de calor

Muitas pessoas instalaram aquecimento em casa. Todas as pessoas que optaram por aquecimento podem desfrutar de dispositivos como:

  • Radiadores a óleo ou termoelétricos. É um dos acumuladores mais antigos que existem. Eles funcionam aquecendo um óleo térmico. Quando isso acontece, a temperatura aumenta à medida que o calor retido no óleo é liberado.
  • Solo radiante. O piso radiante é uma instalação em que é colocada uma rede de tubos ou cabos que transportam a água quente para baixo do chão da casa. Isso ajuda o solo a irradiar calor e aumentar a temperatura nos dias mais frios do inverno. Tornou-se um dos sistemas mais modernos e eficientes, embora seu custo inicial seja alto e exija obras.
  • Bomba de calor. A vantagem desse tipo de acumulador é que ele não consome muita energia. A desvantagem é que ele aquece apenas a sala onde está localizado. O calor tende a se dispersar muito rapidamente, então não vale muito.
  • placas radiantes. São ondas quentes que aumentam o calor da sala onde está instalado de forma homogênea.
  • Acumuladores de calor. Como mencionado, eles são resistores elétricos que armazenam calor quando a taxa de eletricidade é mais baixa e o armazenam.
  • Convectores. São aparelhos que são responsáveis ​​por entrar no ar frio e expulsar o ar quente graças a alguns resistores e termostatos que possuem.

Tipos de acumuladores de calor

acumulador estático

Existem dois tipos de acumuladores de calor que os consumidores podem instalar em suas casas:

  1. Estático. Este modelo é capaz de liberar energia térmica naturalmente. Recomenda-se que os locais permanentemente habitados desde que sua temperatura de conforto seja constante.
  2. Dinâmico Eles possuem um ventilador que auxilia na transmissão de energia. Seu isolamento é mais eficaz do que os estáticos. Controlar a descarga de energia permite que eles gerenciem melhor as temperaturas de diferentes áreas da casa.

Para otimizar os gastos econômicos, o que normalmente se faz é combinar os dois tipos de acumuladores na casa. Os estáticos são colocados nas áreas maiores e os dinâmicos são usados ​​nas áreas intermitentes.

Na hora de escolher qual acumulador é o melhor por questões econômicas, pode-se dizer que é o dinâmico. Isto porque permite um melhor controlo do custo e distribuição do calor nas divisões consoante a necessidade.

Características principais

Acumulador em uma sala

O sistema de aquecimento dos acumuladores possui espaço de armazenamento limitado. São capazes de acumular energia e mantê-la disponível para quando necessário. Pode ser ajustado para funcionar nas horas em que a tarifa de eletricidade é mais baixa.

É importante mencionar que esses acumuladores devem ser acompanhados de um bom isolamento em casa. Se não tivermos janelas que nos permitam controlar o calor ou o frio que deixamos entrar e sair dos quartos ou revestimentos suficientes, de pouco servirá.

A instalação destes dispositivos é muito simples e não requer nenhum tipo de trabalho. Sua manutenção é bastante baixa. Necessita apenas de uma limpeza anual e troca de baterias dos cronotermostatos.

Como nem todas são vantagens em qualquer tipo de aparelho elétrico que utilizamos, neste caso vamos citar as desvantagens que apresenta. A carga de calor acumulada deve ser feita com bastante antecedência. Isso força os consumidores a programarem suas próprias necessidades. Se não sabemos se vai estar frio ou não em um determinado horário, não podemos usá-lo se precisarmos imediatamente. Pode acontecer que tenhamos uma visita inesperada e não possamos oferecer aquecimento por não o termos previamente acumulado.

Antes de adquirir um acumulador, você deve considerar alguns outros aspectos, como:

  • O alto preço de cada dispositivo. Este é um investimento inicial, embora valha a pena com o tempo.
  • Se o consumidor possui uma tarifa com discriminação horária, a recarga de energia deve ser feita à noite.
  • Há menos controle sobre a descarga de calor.

Com a análise desses aspectos, espero que você possa escolher bem o seu sistema de aquecimento 🙂


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.